As Incríveis Plantas Carnívoras

11 12 2009

Conhecidas popularmente por serem predadoras de animais e alguns personagens em desenhos animados, as plantas carnívoras são fruto de uma adaptação muito interessante que trouxe benefícios para o grupo e tornou a vida de certos insetos muito mais perigosa e arriscada.

Como ocorre em todas as outras plantas, as carnívoras (também conhecidas como insetívoras) são autotróficas, ou seja, produzem seu próprio alimento através da fotossíntese, porém, por habitarem regiões de solos ácidos, úmidos e pantanosos, caracterizados por serem pobres em minerais, especialmente o nitrogênio, elas têm a necessidade de obtê-lo através da digestão de pequenos animais.

O odor característico de seu néctar e suas cores fortes e vivas são as adaptações utilizadas para atrair as ingênuas presas.

A folha das plantas carnívoras possui algumas características peculiares, como os tentáculos (estruturas semelhantes à pelos, que funcionam como sensores) e um néctar viscoso, a fim de que o inseto fique preso na folha. Sendo assim, após pousar na folha, ele ficará preso no néctar e ao se debater para tentar fugir, os tentáculos irão transmitir a mensagem de que o inseto foi apreendido.

Algumas plantas insetívoras possuem um par de folhas que se fecharão após a percepção da presença do inseto, prendendo-o em seu interior, enquanto outras, possuem folhas adaptadas em forma de cilindro, local para o qual o inseto será atraído, há também as que não possuem nenhuma diferenciação significativa em sua aparência, sendo que o inseto será digerido ao ficar grudado na folha, na parte externa da planta.

Os tentáculos, além de terem a função sensitiva, também são importantes na digestão da presa: a partir do momento que ela começa a se debater para tentar fugir, terá sua digestão iniciada quando entrar em contato com o líquido digestivo, rico em enzimas digestivas (semelhante ao suco gástrico) ali presente.

Há aproximadamente, 600 espécies de plantas carnívoras pelo mundo.

Possuem grande aceitação na área da jardinagem, sendo de fácil cultivo e, como a maioria é de pequeno porte, não oferecem riscos ao homem e a animais domésticos.

Curiosidade:

Darwin conheceu as plantas carnívoras durante uma viagem de férias, em 1860. Desde então, fascinado, passou a estudá-las e lançou a hipótese de que poderia haver algum tipo de eletricidade envolvida no fechamento das folhas ou na atuação dos tentáculos, de maneira semelhante aos nossos impulsos nervosos. Segundo ele, quando as folhas são estimuladas, acontece o mesmo estímulo que ocorre na contração de nossos músculos.

CONHEÇA ALGUMAS PLANTAS CARNÍVORAS

Planta carnívora Drozera intermedia com os tentáculos em evidência – Note que na extremidade dos tentáculos há pequenas gotículas, este é o líquido que irá digerir a presa.Drozera intermedia

Drosera Intermedia

Dionaea muscipula

Dionaea Muscipula

Dionaea

Nepenthes

Nepenthes

Nepenthes

Drosera filiformis

Drosera Filiformis

Drosera Filiformis


Ações

Information

3 responses

29 12 2009
vinicius

opa….eu comprei as sementes mais estou em duvida…as plantas são venenosas!A dionea muscipula…se eu colocar o dedo na “boca dela” ela fechara a boca!?issu machuca!?pode transmitir veneno?!obrigado…envie respostas para meu email….obrigado

3 01 2010
Alexanra Duarte

Vinicius, plantas carnívoras não apresentam riscos ao homem e por isso têm uma aceitação tão grande na área de cultivo em casa.

Elas não possuem veneno.

Pode ter ocorrido algum equívoco em relação a isso, talvez pelo fato de que elas possuem o suco digestivo, aquele que eu citei no artigo. Mas a potência das enzimas que estão ali presentes é muito baixa para causar algum dano aos tecidos humanos…
Tanto que se ela chegar a capturar uma presa, a digestão poderá durar até 10 dias.

No caso da Dionea muscipula, se você a estimular (tocando nos tentáculos presentes no interior da folha) com certeza ela irá se fechar, e creio que ela não irá machucá-lo, mas não posso te dar certeza ABSOLUTA disso, infelizmente, pois ainda não tive a oportunidade de estudá-la pessoalmente…

De todas as fontes que procurei obter esta informação, nenhuma fornece esse detalhe (o que me leva a crer que realmente não terá perigo algum…)

Porém, fica a dica: enquanto estiver cultivando esta planta, não estimule excessivamente o fechamento de suas folhas, pois isso irá enfraquecê-la. E não há necessidade de você alimentá-la, pois ela fará isso sozinha, e mesmo que você observe que ela não está caçando, não se preocupe, ela sobreviverá também sem capturar presas.

Desde já, agradeço a visita ao site e me coloco à disposição para maiores esclarecimentos.

Abraços.

19 01 2010
Henrique Cezar

boa tarde,

eu acabei de ser presenteado com uma Dianoea e não sei se ela pode receber muito sol e se posso irriga-la com agua de torneira?

aguardo resposta no e-mail!

obrigado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: